Cintia

Cintia Cristiane dos Santos Monteiro é Psicóloga e realiza trabalho voluntário de atendimento clínico para funcionários do sistema prisional na regional SIFUSPESP da cidade de Taubaté.
compartilhe>

 

Por Cíntia Cristiane dos Santos Monteiro, Psicóloga

 

Depressão, Ansiedade e Estresse mudam nossas percepções de vida diretamente. Afetam o nosso cérebro e a forma como nos relacionamos com os demais. Modificam também a nossa autoconfiança, o entusiasmo e as expectativas no trabalho. Fazem com que a nossa imunidade caia. A depressão, a ansiedade e o estresse atacam onde o pensamento se desenvolve, onde imaginamos o futuro, avaliamos as soluções para os problemas e tomamos decisões. E principalmente onde as emoções se manifestam.

Mas você sabe o que isso significa? A depressão é um transtorno que se mantém ao longo do tempo e que modifica o estado de ânimo. A pessoa se sente irada ou frustrada por qualquer coisa, com manifestação de choro frequente. A depressão é classificada em termos de gravidade: leve, moderada ou severa. Os sintomas mais comuns da depressão são: insônia, ou ao contrário, excesso de sono, ansiedade para comer tudo, ou completa falta de apetite, aumento ou perda de peso, falta de energia, fadiga, ódio de si, sentimentos de inutilidade, culpa, agitação, irritabilidade, dificuldade para se concentrar, desesperança, pensamentos de morte ou suicídio.

Um outro tipo de depressão é chamado de distimia, um tipo de depressão leve mas de forma crônica. Alguns fatos que provocam a depressão: o parto (depressão pós-parto), o ciclo menstrual (TPM) e o estacional (ocorre em meses frios de inverno ou outono, mas acaba quando chega a primavera e verão; deve-se à falta de luz solar).

Ansiedade pode surgir a partir de pensamentos, sentimentos ou acontecimentos da vida em geral. Engloba aspectos corporais, grande ativação do sistema periférico e motor, e implica mudanças de comportamento. A ansiedade está relacionada com a sobrevivência, assim como o medo, a ira, a felicidade e a tristeza. Os sintomas da ansiedade são: a hiperatividade, a taquicardia, a sensação de afogo, a perda do controle e do raciocínio, tremores nas extremidades, transpiração excessiva, náuseas, insônia, debilitação ou rigidez muscular, inquietude motora, pensamentos negativos, obsessão ou problemas em comunicar-se com os demais.

O estresse pode aparecer após qualquer situação ou pensamento que nos faça sentir ansiosos, furiosos ou frustrados. O ideal é que nos estressemos de vez em quando, mas de forma leve ou moderada. Estresse em excesso nos predispõe a sofrer todo o tipo de doenças, tanto físicas, como psicológicas. Alguns dos sintomas são dores abdominais, dores de cabeça, falta de apetite, enjôos , agitação, insônia, taquicardia, sudorese excessiva, cansaço, fadiga, falta de concentração, problemas no rendimento sexual e pesadelos. Às vezes, o estresse pode manifestar-se como fobias ou transtornos psicológicos.

Agora que você já sabe diferenciar cada um deles, cuide-se! A prevenção é a melhor forma de lidar com o estresse, depressão e ansiedade. Procure um psicólogo.

 

 

Cíntia Monteiro, Psicóloga. Atende todas as semanas na regional do SIFUSPESP do Vale do Paraíba, fone: (12) 3629 4471

O sindicato somos todos nós, unidos e organizados!

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar