compartilhe>

Durante o procedimento de revista, agentes penitenciários da CPP de Campinas impediram a entrada de maconha, no último domingo (10/02). Ao passar uma visitante pelo equipamento de scanner corporal, agentes suspeitaram do que haveria material ilícito no interior do corpo da visitante. Ela foi encaminhada à unidade de saúde para exames, sendo comprovado a presença de erva esverdeada semelhante a maconha, no total de 198,9g.