compartilhe>

Servidor  foi liberado após negociação com os presos

por Redação SIFUSPESP

Um policial penal foi mantido como refém por dois detentos na Penitenciária de Getulina, no interior do Estado, ao longo desta manhã de terça-feira(24).

De acordo com informações de servidores, os presos teriam conseguido manter o agente sob seu poder quando outros presos saíam com destino ao trabalho na horta da unidade.

O policial penal que havia participado da escolta dos outros sentenciados para a área externa - onde estes fariam a atividade de trabalho - foi rendido quando retornou para a carceragem, quando verificou a presença da dupla no fundo de um dos raios. Eles o ameaçaram com espetos feitos de ferro.

O Grupo de Intervenção Rápida(GIR) foi acionado para controlar o tumulto, enquanto policiais penais lotados na unidade resgataram o refém após negociar com os sentenciados. O funcionário não teve ferimentos e será acompanhado psicologicamente após o trauma.

A exemplo da maioria das unidades prisionais do Estado, a Penitenciária de Getulina está superlotada. Atualmente, de acordo com dados da Secretaria de Administração Penitenciária(SAP), possui uma população de 1.871 presos, apesar de a capacidade ser de apenas 857.

*Atualizado às 17h